WhatsApp Image 2021-09-10 at 00.33.45.jpeg

AND JUST LIKE THAT 

A continuação e nova fase do sucesso "Sex And the City", começou com a promessa de agradar aos fãs do seriado de 2004, quando foi ao ar o capítulo final, e agregar às personagens já mais velhas, uma adaptação ao mundo moderno que estamos vivendo atualmente , incluindo o mundo pandêmico.

Pois bem, aqui queremos pontuar que conseguimos ir apenas ao capitulo 5 da nova fase. Porque? Pois bem, quando você vai dar continuidade aos personagens que já tem uma característica e perfil formados , precisa ter muito cuidado para não mudar a essência da já conhecida do público, protagonista.

A mudança de detalhes de um personagem, faz com que os fãs originais , tão animados para conhecer a nova fase, se decepcionem.

Foi o que aconteceu com a Miranda. Casada, advogada , segura de si, calculista, ama o marido, tem um filho que cresceu, o adolescente Brady que a todo instante aparece agarrado a namorada e tendo relações sexuais com ela dentro da propria casa. Pois bem, a Miranda de sempre que conhecemos, jamais iria deixar ele fazer o que quer dentro da casa sem se pronunciar que a incomoda. Nunca iria deixar de discutir a relação com o marido Steve que sempre amou tanto sobre a fase sexual inativa por que estão passando. Apesar de suas ignorâncias e gafes repetidas e ridiculas em relação a sua professora atual de curso extensivo que é negra, ela não teria a falta de noção que a personagem mostra. Até porque em excesso como está sendo ridiculamente mostrado a questão de racismo, chega a dar o efeito contrário, bastante racista. Quem é que hoje em dia, morador de New York City, iria fazer tamanho estardalhaço porque a professora é negra? Gente....isso chega a ser ultrajantemente racista. Por favor. Quem está escrevendo os roteiros?  O tempo todo abordam a cor da pele fazendo com que as personagens novas negras, tanto a professora de Miranda como a amiga nova de Charlotte , Nicole Ari Parker, não sejam nada mais , não tenham personalidade e formato proprio, a não ser sua própria cor de pele. Chega até ao cumulo em que uma cena o casal Charlotte e vão visitar o novo casal amigo e se sentem estranhos ao perceberem que são os unicos brancos na reunião da nova amiga. Wow....estamos em 2022 e não estamos falando de alguma cidadezinha pequena no meio do nada e sim de Manhattan. 

Uma coisa interessante é a adição da personagem não binárie, Che Diaz, chefe da Carrie Bradshaw que agora não escreve coluna de jornal impresso e sim participa de um podcast dirigido por Che, que é diferente das atrizes negras que não tem personalidade alguma, característica própria alguma.

Capítulo 5 estou quase dropando pois estão desalinhados, a história está se perdendo, já basta ter a morte do Big logo no primeiro capítulo, ainda tem que ver Miranda mudando totalmente sua natureza, tendo um affair esquisitissimo com Che, traindo então seu marido Steve, e começando a fumar maconha, bebendo o tempo todo, sem nenhum motivo forte para isso. Deveriam talvez ter focado na sua relação com steve, ou sua depressão talvez que esteja passando por conta da meia idade, algo que fizesse mais sentido em relação a sua personalidade na historia.

Cenas grotescas são mostradas quando Carrie tem que faze uma cirurgia com emergencia na coluna e então fica em repouso sem poder andar e suas amigas ficam tomando conta dela. Em uma das cenas enquanto Miranda está tendo sexo com Che na casa de Carrie, enquanto tomava conta da amiga recem operada, Carrie acorda e se choca a cena, e tira a calcinha e faz xixi no chão porque não pode andar até o banheiro e a amiga está ocupada.

Em meio a tanta confusão nesse roteiro a ausência de Samantha, Kim Cattrall, é o de menos.

Moral da historia: até o momento, os reais fãs de Sex and the City, agora "And Just Like That", não conseguem se relacionar com a história e nem se identificar com os acontecimentos até agora abordados sem nexo, sem foco, sem propósito. Uma decepção total para quem estava com expectativa de uma grande continuação de Sex and the city, plot.

Enfim enquanto os capitulos novos vão estreiando no HBOMAX, vamos tendo esperança que os produtores, redatores, diretores, tenham mais respeito pelos fãs originais da série.

 

Os produtores executivos são Sarah Jessica Parker, Kristin Davis, Cynthia Nixon, Julie Rottenberg, Elisa Zuritsky, John Melfi e Michael Patrick King. Os roteiristas são King, Samantha Irby, Rachna Fruchbom, Keli Goff, Julie Rottenberg e Elisa Zuritsky. Os diretores são King, Gillian Robespierre, Cynthia Nixon, Anu Valia e Nisha Ganatra. A série original da HBO SEX AND THE CITY foi criada por Darren Star e é baseada no livro SEX AND THE CITY de Candace Bushnell.

 

Elenco:

 

Sarah Jessica Parker

Cynthia Nixon  

Kristin Davis                      

Sara Ramirez    

Alexa Swinton 

Niall Cunningham           

Cree Cicchino   

Nicole Ari Parker            

Karen Pittman 

Cathy Ang          

Ivan Hernandez

Chris Jackson    

LeRoy McClain                 

Brenda Vaccaro              

Sarita Choudhury           

Chris Noth         

Isaac Powell                                     

Mario Cantone

Evan Handler    

Alexander Bello                              

Bobby Lee                         

David Eigenberg             

Willie Garson    

Katerina Tannenbaum 

Julie Halston     

Wakeema Hollis       

 

#sexandthecity #hbomax #carriebradshaw #andjustlikethat #artefeed #seriado #sarahjessicaparker #kimcattrall #cynthianixon #kristindavis #mrbig #sarahramirez #chrisnoth #streaming       

 

 

unnamed.jpg
17wkdontlookup6.jpg

DONT LOOK UP ( NÃO OLHE PARA CIMA)

Um dos melhores filmes do ano eu diria em todos os sentidos. Elenco, produção, direção e texto.

 

Realista e bem pertinente aos tempos de incertezas e duvidas que estamos vivendo em vários segmentos do mundo, o filme retrata a ignorância e a obstinação .

A recusa de aceitar a realidade , seja ela qual for faz parte da atualidade na vida do ser humano de qualquer país e religião  ou partido politico. 

A que ponto chega a ganância humana numa situação em que todos podem morrer?! Num momento em que as opções são tentar ou perder. 

O diretor coloca de modo bem aparente fatos que vivemos atualmente sem dar nomes aos bois. Mas  não há quem não possa se identificar com algum personagem do filme, seja ele realista ou negacionista.

Politica a parte, o filme é bem escrito, bem produzido e traz um elenco de primeira como Meryl Streep, Leonardo Di Caprio e a maravilhosa Jeniffer Lawrence e a atriz australiana Cate Blanchet . Adam McKay faz de um assunto controverso e real, uma comédia deliciosa de assistir.

O filme está disponível no canal de streaming Netflix para assinantes. Foi lançado no streaming dia 24 de dezembro 20

DiretorAdam McKay

Companhia produtoraHyperobject Industries

Produção: Adam McKay; Kevin Messick; Scott Stuber; Betsy Koch; Todd Schulman

Elenco:

Jennifer Lawrence como Kate Dibiasky

Leonardo DiCaprio como Dr. Randall Mindy

Cate Blanchett como Brie Evantee

Rob Morgan como Dr. Clayton "Teddy" Oglethorpe

Meryl Streep como Presidente Janie Orlean

Jonah Hill como Jason Orlean

Timothée Chalamet como Quentin

Ariana Grande como Riley Bina

Himesh Patel como Phillip

Kid Cudi como DJ Chello

Matthew Perry como Dan Pawketty

Tomer Sisley como Adul Grelio

Tyler Perry como Jack Bremmer

Melanie Lynskey como June

Ron Perlman como Colonel Ben Drask

Chris Evans como Peter Isherwell

Gina Gershon

Mark Rylance

Michael Chiklis

 

#dontlookup #merylstreep #leonardodicaprio #cateblanchet #jenniferlawrence #naoolheparacima #filme #netflix #artefeed 

17wkdontlookup1.jpg

INSÃNIA

Com todos os episódios disponíveis no Star+“Insânia” acompanha a história de Paula (Carol Castro), uma policial científica que é internada em uma misteriosa clínica psiquiátrica após uma tragédia familiar. Na clínica sua mente vagueia por caminhos sombrios e duvidosos, chegando à beira da insanidade, enquanto investiga o verdadeiro motivo de sua hospitalização desvendando uma conspiração aterrorizante.  A série é a nova produção original brasileira do Star+ e traz no elenco nomes como Carol Castro, Rafaela Mandelli, Bella Camero, Eucir de Souza, Rafael Losso, Samuel de Assis, Ravel Cabral, Thomas Aquino, Lourinelson Vladimir, Fabio Marcoff, Leonardo Goulart, Rosana Stavis, Luthero Almeida e Pedro Inoue no elenco.

 

“Insânia é uma ideia original de Lucas Vivo e roteiro de Marcelo Slavich, Walter Slavich, Flor Canosa, García Lagos e Lucas Vivo. A série é dirigida por Gustavo Bonafé (Irmandade O Doutrinador) e realizada localmente pela Intro Pictures, que explorou locações que fogem do eixo Rio de Janeiro-São Paulo, tendo grande parte da série gravada em Lapa e Curitiba, no Paraná. Veja abaixo mais informações sobre as locações de “Insânia”.

 

Hospital Regional da Lapa São Sebastião, localizado em Lapa (PR) e fundado desde 1927

Parte desativada do Hospital que foi usada nas gravações de Insânia

A famosa ponte onde tudo acontece em Insânia

Galpão que foi uma antiga serraria chamada Stalke, fundada em 1895

O famoso Castelo do Batel foi, na série, a casa do Dr. Schütz.

Prédio histórico, o SESA (Segunda Regional de Saúde do Paraná)

 

 

#insania #carolcastro #starplus #streaming #serie #seriesbrasileiras #artefeed #hospicio